quinta-feira, 10 de julho de 2014

Arritmia Sentimental

Sujo
Pensando em besteira
Sentado e sem camisa
Barrigudo e com o copo na mão
Não pense, bebo
Sem riso, bebo
O tempo passando
Isso aos poucos eu percebo
Sujeira na mente
Mas meu coração segue límpido
Com sérios problemas para bater
Isso eu sei
Maldita arritmia sentimental


Rodrigo R. P.

2 comentários:

  1. Rodrigo,
    quem nunca sentiu o coração acelerar?
    Com certeza, uma grande paixão, um amor incontrolável, uma aventura sem chão!
    Lindo, amigo!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, quem nunca?
      Muito obrigado, volte sempre.

      Excluir